Um pedido, uma resposta: sim! Registrar o noivado desses dois foi uma experiência nova e completamente fora da minha zona de conforto. E mais uma vez, o resultado de sempre: o amor sempre vence. rs











     A verdade é a seguinte: vai se a festa, ficam-se as memórias. E as fotos! Uma laje, uma festa a fantasia e muita loucura. Vale muito a pena retratar!
















    Um dia de chuva, uma grande janela e muita luz. Um ensaio discreto e sensível. E não é que a beleza mora mesmo na simplicidade?








  

  Um dia no parque, uma sessão de fotos espontâneas e cheias de personalidade. Meus primos serviram de cobaias para uma sessão bem diferente do comum. Nada de estúdio, nada de pose. Muito amor.













A primeira festa fotografada a gente nunca esquece. As cores vibrantes e os sorrisos constantes. Com amor se vai longe! Alguns erros, muitos acertos. A coragem pra enfrentar o desconhecido, e no final, sair mais que feliz com o resultado alcançado!